Escola Portuguesa Ruy Cinatti

- Centro de Ensino e Língua Portuguesa

Clube de Cinema

O primeiro dia de filmagens…

o-realizador_1


Após alguns meses de formação sobre cinema  - profissões, sua história, como realizar um
storyboard, como escrever um guião, quais os planos e movimentos de câmara mais usados -, formação que foi dada aos sábados de manhã, a equipa da EPRC, no dia 7 de março fez o seu primeiro dia de filmagem.

grande-plano-da-personagem_1


Tudo começou muito cedo. Às 7.00, todos se encontraram na escola e depois rumámos em direção ao estúdio. 

a-equipa-de-realizacao-e-a-produtora_1


Foram 9 horas de filmagem para cerca de 30 segundos de filme, com inúmeros
takes  da mesma cena, como é da praxe, mas todos se divertiram e gostaram da experiência.

a-equipa-de-som_1


Aliás, a experiência dos bastidores da sétima arte já permite à equipa conhecer alguma linguagem cinematográfica e alguns processos técnicos de criação fílmica.

material-de-filmagem_1

O que é certo é que a equipa desenvolveu as suas competências de leitura das narrativas contadas através de imagens em movimento. Ou, como se diz hoje, cinema, um vocábulo vindo da língua grega (κ╬»νημα) para a língua portuguesa.

exercicios-de-luz-e-claquete_1

Como começou...

No passado mês de Outubro, duas dezenas de alunos, maioritariamente do Ensino Secundário, da Escola Portuguesa Ruy Cinatti aderiram ao Clube de Cinema, coordenado pelo Professor Pedro Meireles, do Departamento de Línguas, e que conta com a participação de uma profissional da área do cinema, Maria Ejarque, que se disponibilizou
pro bono para colaborar neste projeto.


cinema_4_14_15

O Clube funciona todos os sábados, das 10.00 às 12.30. Até agora, falou-se sobre linguagem audiovisual, aprendeu-se a fazer uma imagem e apresentaram-se diferentes profissões do cinema.

A propósito dos primeiros filmes do cinema mudo, contou-se como se pode mostrar uma história apenas com imagens.

cinema_2_14_15

O lado prático foi também exercitado quando se dividiram os alunos por grupos de trabalho: operador de câmara e de luz; realizador e assistentes de realização; actores; produção, assistentes de produção e direcção de arte.
As próximas sessões serão dedicadas à elaboração de uma lista de equipa, de elenco e de técnicas usadas em representação. O culminar deste projeto acontecerá quando se conseguir fazer a primeira curta-metragem!

cinema_1_14_15

Quanto ao guião, trabalham-se textos de Sophia de Mello Breyner Andresen (Contos exemplares) e de Luís de Sttau Monteiro (Felizmente há luar).